• Ligamos
    pra você
  • Fale com
    o corretor
  • Busca por
    filtros

    Selecione os campos para filtrar sua busca

Novidades

Notícias - 04/02/2019

Parque de Águas Claras: o verde no centro da cidade



Em meio à selva de concreto da cidade mais verticalizada do Distrito Federal, há uma área nobre destinada à qualidade de vida: o Parque Ecológico Águas Claras. Natureza e urbanização se unem e proporcionam momentos de lazer e de tranquilidade para a comunidade local. Inaugurado nos anos 2000, é um refúgio da agitação do dia a dia. 

O ambiente agradável é um convite para reuniões entre amigos. Próximo ao lago é possível encontrar patos, capivaras, gansos, tucanos e bem-te-vis que vivem por entre os ipês, ingás e muitas outras árvores frutíferas encontradas nos 120 hectares de reserva.

Dentro do parque flui o córrego Águas Claras, que deu origem ao nome da cidade, e forma uma lagoa no centro da reserva. Em meio à vegetação nativa do cerrado preservada e áreas de reflorestamento, longas trilhas contornam o parque, oferecendo um ambiente agradável para a prática de corridas e caminhadas, e até mesmo contemplação da natureza.


AMPLIAÇÃO


Criado com o objetivo de proteger o acervo genético da flora e da fauna nativas da região, áreas de nascente e recargas de aquíferos, em 15 de abril de 2000, pela Lei Complementar nº 287, a reserva possui uma boa estrutura, com trilhas para caminhadas, quadras de voleibol e futevôlei de areia, Escola da Natureza e uma unidade da Polícia Florestal. Além disso, oferece floresta preservada com riachos e dois laguinhos. 

Em junho passado, os moradores de Águas Claras conseguiram sensibilizar o GDF com uma petição com mais de mil assinaturas e conquistaram a ampliação do Parque de Águas Claras. Parte da Residência Oficial do governador foi destinada à ampliação do espaço. No total, ele foi expandido em mais de 30 hectares, totalizando 120 hectares, ou seja, o equivalente a mais de 100 campos de futebol. 

Segundo o administrador do Parque Ecológico Águas Claras, André Leopoldino, para este ano há diversos projetos que visam a melhorar a infraestrutura, segurança e acessibilidade no local, como a implantação de uma guarita na entrada recém-criada, próximo à EPTG, que facilitaria o acesso de moradores de outras cidades. “Além disso, temos projetos para dois plantios de 60 mil mudas e outro de 30 mil mudas, a criação do Bosque dos Heróis, em parceria com a polícia militar, para homenagear policiais que faleceram servindo”, conta. 

Leopoldino afirma, ainda, que a prioridade é continuar melhorando a qualidade da infraestrutura que recebe cerca de 3 mil pessoas durante a semana e 6 mil nos finais de semana. “Estamos sempre correndo trabalhando para manter o parque limpo, podado e seguro para oferecer melhor qualidade de lazer a população, além de preservar o meio ambiente e a diversidade que temos aqui”, conclui.


Fonte: Correio Braziliense
Link: http://bit.ly/2MBOkBs

Compartilhe

Outras novidades

Ver todas
Ver todas